Procurando algo?

09/09/2014

Juventude prolongada & Dieta vegetariana

Existe um livro chamado "Os Segredos da Saúde dos Hunzas" que foi escrito por um médico escocês que viveu por 7 anos no extremo norte da Índia. Lá, existe um povoado - os "Hunzas" - que vive por mais tempo. Nesta região, mulheres de 80 anos sobem e descem montanhas
e executam trabalhos físicos árduos. Eles vivem num visual paradisíaco e alimentam-se principalmente de cereais, incluindo a cevada, o milho miúdo, o trigo mourisco e o trigo candial (novo). Consomem igualmente, frutas e legumes que, de um modo geral, comem frescos e crus ou cozidos apenas muito ligeiramente.

Como descreve em seu livro, o local possui cerca de 30 mil habitantes e os adultos aparentam ter menos idade do que realmente tem. As pessoas de lá geralmente não enfrentam problemas cardíacos, nem doenças comuns e nem se quer cáries. 

O leite e o queijo são para os Hunzas uma importante fonte de proteínas animais. Quanto à carne, não é completamente banida da mesa, mas só é consumida em ocasiões raras, por exemplo, em casamentos ou em festas, e mesmo aí as porções são extremamente reduzidas.

É por essas e por outras que eu fico indignada quando me perguntam por que eu sou vegetariana e depois ainda perguntam: "mas tu já fizeste exame de sangue pra ver se ta tudo ok?"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem escreve?

Professora, tradutora e micro empresária da UP Língua Inglesa. Chama-se Martina Domingues, tem 23 anos e nasceu em Florianópolis - SC. Viajada, aventureira e blogueira nas horas vagas. Ama música, adora decorar a casa e também gosta muito de escrever. É na madrugada que ela geralmente vem aqui para escrever sobre qualquer coisa ou compartilhar o que acha pela internet com vocês.