Procurando algo?

29/12/2015

Coisas que aprendi em 2015

Vá atrás daquilo que realmente te faz feliz, da forma que der!

Tente mil vezes. No final você vai ver que valeu a pena.

Planeje. Faca mil planos. Plano A, plano B, plano C.... O que pode ser feito deve ser feito.

Quando estiver mal, corra para seu porto seguro. No meu caso, é o meu teclado. Alguns fazem yoga, luta, caminhada.... Tenha sempre o seu porto seguro.

Não pense que as merdas só acontecem com você. Nunca! Todo mundo erra, todo mundo se da mal, todo mundo se perde às vezes.... Agradeça pelo que você tem, mesmo que seja pouco. Alguns não tem absolutamente nada.

Nunca se culpe. Cada um é cada um. Infelizmente alguns vão encontrar mais barreiras e receber mais pontapés. Não é motivo pra desistir.

Nunca mude seu jeito de ser. Nunca esqueça da sua real essência. Pode demorar 5 ou 10 anos, mas alguém vai gostar de você pelo o que você é.

Guarde mais o seu dinheiro. Você nunca sabe quando vai precisar dele.
Mas não seja egoísta. Especialmente com quem gosta de você.

Passe mais tempo com quem realmente gosta de você e menos com quem não se importa.

Cuide bem dos seus pertences. Não jogue coisas que podem ser úteis fora. Recicle. Mas se livre de tudo aquilo que ocupa muito espaço, não tem utilidade e ainda junta pó. Doe.

Prefira cores claras. Elas são mais alegres.

Felicidade, gratidão e honra são os melhores sentimentos que alguém pode carregar pra vida. Nunca pense só no dinheiro.

Quem é feliz e vive sem estresse tende a ter ótima saúde também. Repito novamente: nunca pense só no dinheiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem escreve?

Uma micro empresária, professora e tradutora intérprete da língua inglesa. Chama-se Martina Domingues, tem 23 anos e nasceu em Florianópolis - SC. Viajada, aventureira e blogueira nas horas vagas. Ama música, adora decorar a casa e também gosta muito de escrever. É na madrugada que ela geralmente vem aqui para escrever sobre qualquer coisa ou compartilhar o que acha pela internet com vocês.