Procurando algo?

05/11/2016

Por que fazer musculação?

Exercícios chatos, repetitivos e pesados não atraem muita gente. É muito mais fácil fazer uma dieta, uma caminhada ou até aulas de zumba. Era assim que eu cuidava da minha saúde: com uma dieta equilibrada e exercícios aeróbicos.
Certo dia, me indicaram o treino funcional (com agachamentos, musculação localizada, carregamento de peso, puxar ferro)... No primeiro dia de treino pensei que iria morrer, no entanto, o treino é bem diversificado e sempre realizado em grupo - algo que o torna mais tolerável.

Diferente do que muitas pessoas pensam, mulheres carregando peso não ficam iguais homens. Nosso corpo funciona de forma completamente diferente da forma que o corpo dos homens funciona, e para ficarmos "bombadas" é bem mais difícil.

A partir do primeiro mês de treino senti as minhas gorduras localizadas começarem a ficar durinhas. No terceiro mês me vi no espelho e acreditei por um segundo, que tinha um novo corpo. Fiquei feliz com isso. Infelizmente, vejo muitas mulheres fazendo inúmeras dietas, exercícios, tomando herbalife e utilizando remédios para emagrecer, e isso de certa forma revolta todos que sabem que milagre nenhum (a não ser uma faca na mão de um bom médico) pode transformar um corpo.

Gente, não tem mistério! A gente tem que trabalhar os músculos, para que eles possam ocupar o espaço da gordura localizada - algo que geralmente as mulheres desenvolvem  na adolescência. 
Na primeira foto da esquerda pra direita, sou eu antes de começar a fazer caminhadas. Só fazia reeducação alimentar. Na segunda, sou eu após abandonar a vida sedentária. E na terceira, com o mesmo short da segunda foto, sou eu após somente 3 meses de treino em grupo da academia e com uma alimentação rica em proteína. Confiram: 



















Depois e antes, com o mesmo short



Criei massa muscular, e foi isso que "modelou", digamos assim, o meu corpo. Antes, minhas coxas pareciam duas batatas moles, sem formato definido, e que quando eu sentada, se espalhavam pela cadeira, dando a impressão de que eu estava gorda. Enquanto os meus braços eram super finos, por eu viver me privando de comer. Agora que aprendi a aceitar e a amar a minha genética, estou usando short 42 feliz e contente. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem escreve?

Uma micro empresária, professora e tradutora intérprete da língua inglesa. Chama-se Martina Domingues, tem 23 anos e nasceu em Florianópolis - SC. Viajada, aventureira e blogueira nas horas vagas. Ama música, adora decorar a casa e também gosta muito de escrever. É na madrugada que ela geralmente vem aqui para escrever sobre qualquer coisa ou compartilhar o que acha pela internet com vocês.